quarta-feira, 22 de julho de 2015

RESENHA Star Wars: Kenobi - John Jackson Miller

Star Wars: Kenobi
TÍTULO: STAR WARS: KENOBI
AUTOR:  JOHN JACKSON MILLER
EDITORA: EDITORA ALEPH
PÁGINAS: 528


SINOPSE: Star Wars: Kenobi - A República foi destruída, e agora a galáxia é governada pelos terríveis Sith. Obi-Wan Kenobi, o grande cavaleiro Jedi, perdeu tudo... menos a esperança. Após os terríveis acontecimentos que deram fim à República, coube ao grande mestre Jedi Obi-Wan Kenobi a missão de proteger aquele que pode ser a última esperança da resistência ao Império. Vivendo entre fazendeiros no remoto e desértico planeta Tatooine, nos confins da galáxia, o que Obi-Wan mais deseja é manter-se no completo anonimato e, para isso, evita o contato com os moradores do local. No entanto, todos esses esforços podem ser em vão quando o “Ben Maluco”, como o cavaleiro passa a ser conhecido, se vê envolvido na luta pela sobrevivência dos habitantes de um oásis esquecido no meio do deserto e em seu conflito contra o perigoso Povo da Areia.


Eita, primeira resenha desde Janeiro! Sorry. Mas vamos lá, sem demora.
Para quem não sabe, a Editora Aleph (♥) está lançando e relançando os livros de Star Wars aqui no Brasil, pertencentes ao Universo Expandido da saga (que, aliás, tem filme novo em Dezembro). O segundo livro que a editora me enviou foi Kenobi de John Jackson Miller.



O livro meio que se encaixa antes do Episódio IV: Uma nova Esperança, quando Obi-Wan Kenobi deixa Luke Skywalker sob os cuidados de Owen e Beru Lars, afim de proteger a única esperança da Resistência. Mas mais do que proteger o garoto, Kenobi quer manter-se oculto, longe dos grandes acontecimentos e das pessoas no planeta de Tatooine. Ben, que é o nome que adota para si mesmo, muda-se, então, para uma "periferia" com seu animal de estimção Rooh.

Do outro lado do planeta, Orrin Gault, um fazendeiro de umidade, comemora a última vitória sobre os Tuskens, aqueles terríveis seres que vivem nos desertos de Tatooine. Acontece que, em um momento, Kallie Calwell, uma garota filha de Annileen Calwell (♥), monta em um animal rumo a um campo de Sarlaccs, e Ben se vê salvando as vidas dos dois. Kallie é aquele tipo de adolescente que conta uma versão da história diferente para cada pessoa que vê, então logo a fama de Ben começa a crescer entre os moradores, não sendo recebida muito bem por outros, como, por exemplo, Orrin, grande amigo do falecido marido de Annileen, que hoje é dona do armazém.

Orrin Gault e seus fazendeiros têm uma grande rixa com os Tuskens, principalmente com o líder de guerra, digamos assim, A'Yark, que mais tarde, mostra-se ser alguém que não achamos que fosse. Kenobi acaba percebendo isso logo de primeira vista e decide "bater um papo" com o líder dos Tuskens, confirmando a sua hipótese de que tudo que Orrin e os fazendeiros estão fazendo contra eles não é aceitável. 

Enquanto isso, a diva Annileen Calwell está começando a se apaixonar por Ben, o que já estava certo que acabaria por acontecer. Certa ligação entre essas duas personagens vai evoluindo a cada página do livro e cheguei a cogitar que Ben realmente iria largar tudo para ficar com Annileen. Mas isso acontece depois.

Antes, Ben começa a investigar Orrin após o que A'Yark disse e acaba descobrindo que ele está com sérias dividas com Jabba, sim, o mesmo que empresta dinheiro para Han Solo em Uma Nova Esperança. Ben, então, liga o sentimento que Orrin tem por Annileen, querendo casar-se com ela, com a dívida. Uma forma de usar o dinheiro de Annileen para quitar as dívidas e ficar de bem com Jabba. Claro, Ben não gosta muito dessa ideia. 

Alguns fatos mais tarde, Ben convoca uma "reunião" entre Tuskens e os fazendeiros, junto com os "capangas" de Jabba. Em uma tentativa frustada de se dar bem, Orrin faz com que os fazendeiros pensem diferente de Ben e que ele está ao lado dos Tuskens. Mas após uma palavrinha de Annileen, os fazendeiros também passam a desconfiar de Orrin.

É nesse momento que uma grande batalha explode, deixando vários mortos para trás e levando Ben, Annileen, Orrin e seus filhos para dentro de uma montanha Tusken. É quando Ben se revela um Jedi para Orrin, que cogita sair daquele lugar e entregá-lo para o Império (malvadinho esse cara, não?)

Mortos e feridos, feridos que deveriam estar mortos e feridos que não deveriam estar feridos, finalmente chegamos ao fim do livro, quando Annileen crê que Ben irá com ela para outro planeta, afim de recomeçar uma nova vida. Ben, logicamente, não vai. E com seus filhos ela parte, com uma terrível dor no coração, afinal está sem Ben, e seu maravilhoso Armazém.


Hehe, eu demorei, mas apareci. A resenha atrasou por conta da minha internet, esperamos que ela não complique novamente.

Até mais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário